segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Adote um Escritor ganha prêmio

O V Prêmio Joaquim Felizardo, oferecido anualmente pela Secretaria de Cultura de Porto Alegre premiará, na categoria Literatura, o Projeto Adote um Escritor, que, numa parceria entre CRL e SMED, tem por objetivo fomentar o surgimento de mais leitores na cidade. Uma atividade que se estende por todas as escolas municipais e que, de fato, aproxima livro-escritor-leitor. Prêmio merecido, com certeza. A coordenação, na SMED, é de Cristina Rolim Wolffenbüttel, e na CRL, de Sônia Zanchetta. A elas, e a todos que de certa forma acreditam e contribuem com o Projeto, meus parabéns.

A premiação ocorrerá dia 18 de janeiro, às 20 horas e 30 minutos, no Teatro Renascença.



Nas fotos, eu participando de atividade do Adote na EM Campos do Cristal


Abaixo, para quem não conhce, algumas informações sobre o Programa de Leitura Adote um Escritor:
O Programa de Leitura Adote um Escritor objetiva articular a leitura e o trabalho transdisciplinar de obras literárias, constituindo-se na política de leitura da Secretaria Municipal de Educação. Destina-se às escolas da Rede Municipal de Ensino de Porto Alegre, incluindo Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio, Educação Especial e Educação de Jovens e Adultos. O Programa conta com dotação orçamentária própria da Prefeitura de Porto Alegre, sendo a verba encaminhada diretamente às escolas, para que possam adquirir obras literárias que passam a compor suas bibliotecas escolares.Dentre as ações do Programa está aquisição de obras literárias de autores (escritores e/ou ilustradores) do Rio Grande do Sul e de todo o Brasil. Para o pleno desenvolvimento do Programa, a Smed mantém assessoria pedagógica constante às escolas, para que as mesmas apropriem-se amplamente da obra de um autor, o qual é escolhido coletivamente pela escola. Posteriormente, o autor realiza uma visita à escola, objetivando um contato mais próximo com toda comunidade escolar. Como complemento ao Programa, são realizadas visitas à Feira do Livro de Porto Alegre. A fim de potencializar o Programa, anualmente a Secretaria de Educação firma convênio com a Câmara Rio-Grandense do Livro, objetivando estabelecer parceria com os autores, viabilizando e articulando suas visitas às escolas. Em 2010 beneficiou diretamente 221.017 pessoas, incluindo estudantes, professores, familiares e autores. O Programa de Leitura Adote um Escritor já recebeu prêmios e menções nacionais e regionais, incluindo:
2006: Finalista Prêmio Fato Literário
2008: Finalista Prêmio Fato Literário
2010: 3º lugar no Concurso FNLIJ (Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil)/Petrobrás Os Melhores Programas de Incentivo à Leitura junto a Crianças e Jovens de todo o Brasil.

Quem dera ações como as do Adote possam se espalhar para além das fronteiras. De qualquer fronteira. Bom também poder ser escritor participante.

Um comentário:

cristinarolim disse...

Querido Caio!
Gostei muito de ver a carinhosa notícia de nosso tão estimado Programa de Leitura Adote um Escritor! Bem sabes o quanto o mesmo é importante para as toda a comunidade escolar e cidade de Porto Alegre!
Aproveito para partilhar com a comunidade do blog o apreço que as escolas têm pelo teu trabalho literário, bem como pela pessoa que és! Todas as escolas que já te "adotaram" relatam as maravilhas das ações de leitura que fizeram.
Um grande e fraternal abraço,
Cristina Rolim Wolffenbüttel - Coordenadora do programa de Leitura Adote um Escritor